quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

cuidado, meninas, ainda vos faço reencarnar num peru de Natal: Campanha de Natal anti-pooh............................


(inteligação directa e ao vivo com o blog: http://vacagalobarcelos.blogspot.com/2007/)

LVL: Com que então a incluírem-me no rol dos subscritores de Boas Festas sem previamente me consultarem? Ai, Meus Cosmos, como eu abomino ser inscrito sem ser consultado! Ouviram Vaca Galo e Belita? A inscrição pressupõe a afirmação e, que eu saiba, nada afirmei!
Pois agora, ainda que me tenham salvo das garras dos pseudo-tios deslumbrado-alucinatórios, vou respeitar a minha campanha anti-pooh: "Mesmo no Natal, não deixe o cócó do seu cãozinho no chão, que cheira mal!" Em Inglês: "Even at Christmas time, don´t leave your dog´s pooh on the pavement because it stinks!"

2 comentários:

sara metello disse...

Porquê reencarnar num peru de Natal se podemos reencarnar em algo bem pior, como a própria caca de cão, com o seu incrivel e irresistível cheiro a Côcô-Channel???

Vamos variar essas injurias maldições malditas...
criando uma enciclopédia talvez...

Isabel Metello disse...

Ó Sôdona Sara, cada qual reencarnará no ser que melhor se adaptar à sua conduta terrena. Não creio que o Cosmos aceite que alguém reecarne num cócó, nem mesmo da Chá & Anel!
Não sei, agora a menina pôs-me num dilema filosófico-cósmico: talvez os Irmãos Metralha Cósmicos- o Hiplex, O Está na Linha, o Mal na Cova, o Beves na Neve, o Pinote de Chá, o Mousse da Lini, o Mau como as Cobras e outros malvados pessonhentos são capazes de ser uns fortes candidatos, mas há muito por onde escolher, não é necessário recorrer à matéria inanimada- geralmente, ou reencarnam num porco para a matança à luso e tanso; ou num touro para as arenas da mesma nacionalidade; ou numa galinha de aviário, que não desenvolve as cartilagens das pernas, pois não consegue chegar ao chão, etc. Enfim, há uma miríade de opções que o Cosmos não descarta!
Quanto à enciclopédia, aqui estamos ao dispor de Sua Selência....................