segunda-feira, 23 de julho de 2007

Meninas, contenham-se que eu denuncio-vos à ERB...

LVL: Meninas, contenham-se ou denuncio-vos à Entidade Reguladora dos Blogs e não me responsabilizo pelas consequências nefastas que vos esperam! Tenham calma, muita calma, vá, agora respirem as duas fundo e procurem o BOom dentro do vosso ser. Vá, repitam comigo: BOommmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm...
Olhem que se continuam peço às Altas Instâncias Cósmicas que, na próxima vida, vos façam reencarnar num porco para a matança! A matança à portuguesa! Ainda dizem que são um povo de brandos costumes! Matam os porcos num sacrifício que faria corar os Incas e nem lembraria aos Papuas da Nova Guiné; torturam em grupo os touros até os bichos desfalecerem e só quando este está no chão, ou é retirado da praça na companhia das suas congéneres bovinas, é que aparece o herói singular para receber os aplausos alusivos à carnificina. Ao menos os espanhóis matam-nos e pronto- fica o assunto arrumado de vez e lá o bicho reencarna numa dondoca shopaholic, para que a sua alma seja recompensada.
A propósito- as vossas praças estão carregadas de má energia... Ó Belita, contaram-se que aquele camarada de Abril, do qual não me recordo do nome, queria pôr lá os reformados, digo os retornados, e fuzilá-los a todos. É verdade esta barbaridade? Que belos brandos costumes, sim senhora! Comparados convosco até os zulus são pacíficos!
Olhe, esqueça, Belita, como seu amigo lho digo- não se pronuncie sobre o assunto que outro amigo meu diz que os portugueses têm uma apetência centenária por lápis azuis, e nunca se sabe... O azul é uma cor tão triste! Só se fosse azul celeste, mas eu creio que de celestialidade estes lápis nada têm!!!

Sem comentários: